Rua 5, Lote 3, Albany Medical Center, Sala 414, Águas Claras Norte (DF)

Novidades

Lábios Ressecados: como tratar?

Drª Patrícia Pizzo

Por ser muito sensível, a pele da boca pede hidratação extra!
Lábios ressecados, com rachaduras e a pele repuxada são comuns tanto nos dias de frio, como no calor.

Como são altamente sensíveis, situações de vento, poluição, sol quente e até a baixa umidade do ar acabam por deixar a boca cheia de machucados, o que, além do desconforto, prejudica o visual.

Mas saiba que com os cuidados certos, você não precisa ficar retocando o batom o dia todo ou, ainda, sofrer com “cara de doente”.

É comum os lábios ficarem desgastados, por que além de muito fininha, a pele da boca é também muito exigida.
Toda hora estamos comendo, bebendo, falando, o que acaba provocando atritos nos lábios e deixando a região mais exposta às bactérias.

Além disso, a exposição ao clima acaba tirando um pouco da hidratação labial, o que agrava o problema. Por isso, beber bastante água é uma atitude mais do que necessária.

É o primeiro passo para evitar o ressecamento dos lábios.
Uma solução muito conhecida para o tratamento dos lábios rachados é a manteiga de cacau, que é extraída da semente de cacau durante o processo de fabricação do chocolate.

Como é um tipo de gordura natural, a manteiga de cacau tem muitas propriedades hidratantes e emolientes que ajudam a recuperar a oleosidade do tecido da boca.

É um hidratante excelente por ser facilmente absorvido pela pele, atingindo as camadas mais profundas, o que deixa a boca mais suave.

Mas, não é só a manteiga de cacau que tem poder de recuperação. Existem muitos outros produtos que garantem a hidratação dos lábios como batons à base de cera de abelha ou manteigas feitas de outros frutos ricos em gordura vegetal, como a macadâmia e a karitê.

Todos os produtos com ação emoliente – combinação de água, óleo e gorduras – têm forte poder de hidratação.

Lábios ressecados: saliva nem pensar!

O hábito de passar a língua nos lábios é muito comum, porém não é aconselhável pelos especialistas.
A saliva disfarça o desconforto, mas não deve ser usada como um método preventivo. Ainda que, num primeiro momento, a saliva possa trazer algum alívio, no instante seguinte ela começa a ressacar a boca ainda mais.

Isso acontece por que ela carrega cerca de sete enzimas digestivas preparadas para pré-digerir os alimentos.
Essas enzimas, não agem nas mucosas, mas são capazes de agredir a sensível pele dos lábios.

Batom: usar ou não?

Algumas pessoas são mais propensas à desidratação labial, por causa de alguma doença ou do uso de certos medicamentos, que ressecam os lábios.

Nessas condições, o uso de certos tipos de cosméticos deve ser feito com cuidado. Para quem tem essa propensão, o uso do batom não precisa ser restrito, mas é preciso escolher bem.

Procure um que contenha produtos hidratantes para não deixar a boca ainda mais ressecada. E é mito o fato de batons de cor escura serem prejudiciais aos lábios.

Não tem nada a ver com a tonalidade do produto, e sim com os componentes da fórmula, que deve ter propriedades hidratantes.

Muitos homens relutam em hidratar os lábios e acabam sofrendo mais com as rachaduras e os machucadinhos.
Porém, saiba que há opções de produtos manipulados e versões industrializadas que tem alto potencial hidratante, mas que são mais facilmente absorvidos pela pele dos lábios, portanto, não deixam aquele aspecto brilhoso nos lábios.

Compartilhe:

Agende Sua Consulta

!
!
Style switcher

Choose color style